sábado, 16 de julho de 2011

Maria, Rainha das Missões



"269. Maria é a grande missionária, continuadora da missão de seu Filho e formadora de missionários. Ela, da mesma forma como deu à luz o Salvador do mundo, trouxe o Evangelho à nossa América. No acontecimento em Guadalupe, presidiu, junto com o humilde Juan Diego, o Pentecostes que nos abriu aos dons do Espírito. A partir desse momento, são incontáveis as comunidades que encontraram nela a inspiração mais próxima para aprenderem como ser discípulos e missionários de Jesus. Com alegria constatamos que ela tem feito parte do caminhar de cada um de nossos povos, entrando profundamente no tecido de sua história e acolhendo as ações mais nobres e significativas de sua gente. Os diversos títulos e os santuários espalhados por todo o Continente testemunham a presença próxima de Maria às pessoas, e ao mesmo tempo manifestam a fé e a confiança que os devotos sentem por ela. Ela pertence a eles e eles a sentem como mãe e irmã. (Documento de Aparecida, 2007)."


Entende-se por missão, uma função que é dada a alguém com algum objetivo maior. Para a Igreja, uma missão está intimamente ligada à pregação da fé em Cristo e no anúncio da Boa Nova. Para nós, cristãos missionários, o objetivo maior é levar o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo aos corações que ainda não o conhecem, para que seja realizada a promessa que está em Mateus 24, 14: "E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim". A origem da nossa missão está no próprio Deus que disse “Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-as a observar tudo quanto vos ordenei” (Mt. 28,19). Assim, temos um mandado (uma ordem), de pregar a palavra de Jesus, e um mandato, ou seja, agirmos em nome Dele.
     As Sagradas Escrituras descrevem a história da salvação, mostrando como Deus prepara a vinda do Messias. No Livro do Gênesis, após o pecado de Adão e Eva, há a promessa de uma mulher que esmagará a cabeça da serpente (Gn. 3,15). Isaías prenuncia que uma virgem conceberá e dará a luz a um filho, cujo nome será Emanuel – Deus conosco (Is. 7,14). Percebe-se claramente a vocação de Maria no plano da salvação. Maria foi missionaria desde quando aceitou gerar o filho de Deus, pois mesmo sem entender a extensão de sua missão, Ela se deixou conduzir pela vontade de Deus e deu seu "sim", e no Calvário, Maria recebe a missão que continua viva até hoje, a de ser mãe de cada um de nós. Nossa Senhora é Mãe e Modelo e assim desempenha um papel de educadora. Deseja conduzir seus filhos ao caminho da salvação. Maria cumpre essa missão com seu exemplo de vida: fidelidade ao projeto do Pai.Depois da Ascensão, Maria está com os apóstolos no cenáculo, em Pentecostes. E em toda história da Igreja Maria se faz presente. Os títulos que Maria recebeu em muitos lugares atestam a sua presença e a piedade do povo que a reconhece como mãe: Guadalupe, Lourdes, Fátima, Aparecida, para citar alguns. Tantos lugares, uma missão: levar seus Filhos a Jesus. Pela sua cooperação na obra do Redentor, continua sua função de mãe intercedendo como “Medianeira das graças”. Esta presença de Maria é reconhecida pelos padres da Igreja, pelos Papas e por todo o povo de Deus. Assim sendo, “Maria é a grande missionária, continuadora da missão de seu filho e formadora de missionários”. Hoje, mais do que nunca, a Igreja é convidada para direcionar os seus olhares para a vida de Maria. Ela“reúne os filhos dispersos” (Jo 11,52). Como Mãe da Igreja, ela é apresentada como “artífice de comunhão... Ela atrai multidões à comunhão com Jesus e com sua Igreja” (DA 268). Então Maria continua formando os discípulos e missionários para que eles possam responder com fé, dedicação, perseverança e compromisso permanente o grande chamado que seu Filho Jesus Cristo faz a todas as pessoas. Ela nos apresenta a maneira de seguir a Cristo; ela é a grande inspiradora da escola de Jesus; ela nos ensina que o discípulo deve ter um contato permanente com a Palavra de Deus.

Que tenhamos sempre o exemplo de missionário que Maria cultivou com toda perfeição em Seu coração, e possamos, espelhados em Maria, e contando com a Sua intercessão, continuar com a Missão que nos foi confiada por Deus, independente de qual seja ela, e que o amor de Nossa Senhora nos envolva agora e durante toda nossa missão !


' simplesmente amar, é o que importa para quem quiser servir '

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir